Sobre o Grupo e o Site

Esta é a página do grupo de pesquisa Indicadores de Regulação do Emprego, vinculado à Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Instituto e Economia, Centro de Estudos Sindicais e Economia do Trabalho (CESIT).

O objetivo da pesquisa é a construção de indicadores de regulação do emprego (especialmente concernentes ao direito do trabalho), tanto pelas instituições estatais, quanto pelas empresas na gestão da força de trabalho. A proposta de análise é construir indicadores que conjuguem dados específicos, inclusive oriundos de estudos de caso, com informações transversais alicerçadas em diferentes fontes e parâmetros, até dados mais gerais, incluindo dados populacionais. Desse modo, pretende-se dialogar com os dados e fontes mais tradicionais sobre o mundo do trabalho, como da PNAD, da RAIS, do CAGED, do INSS, DIEESE, e os indicadores produzidos na literatura a partir deles.
Dentre as principais questões da pesquisa, estão: já que existe um conjunto de normas a serem observadas pelo capital na regulação do emprego, como as empresas se relacionam com essas regras? Existem também três instituições que buscam garantir a obediência das empresas às referidas normas: qual o papel que essas instituições de vigilância do direito do trabalho têm desempenhado? Como as empresas reagem às ações das instituições?
A construção dos indicadores pretende ajudar a avaliar a conjuntura recente no mundo do trabalho brasileiro, quando há alguns anos são apresentados avanços, ao mesmo tempo em que há reiteradas notícias da precarização. Por um lado, as melhoras no cenário podem ser mais bem avaliadas (como a formalização dos vínculos). Por outro, há novos fenômenos que, por sua natureza (como terceirização, acidentes e trabalho análogo ao escravo), tendem a se diluir nas bases gerais tradicionais de dados sobre o mundo do trabalho.
Vários aspectos do chamado mundo do trabalho serão analisados, como formalização do trabalho, rendimento, remuneração, rotatividade, saúde e segurança do trabalho, bem como várias formas análise, como dados agregados, comparação por períodos, por setores econômicos, estudos de caso, etc.
A pesquisa abrange todo o Brasil no que concerne à construção de indicadores gerais de regulação do emprego. Além disso, há aprofundamento em alguns estados (Bahia, Sergipe, Amazonas, Santa Catarina, São Paulo e Rondônia) e setores econômicos (construção civil, empresas rurais, telemarketing, pesca e setor sucroalcooleiro) específicos, baseado num conjunto de 10 (dez) estudos segmentados.
Os indicadores contemplarão todos os aspectos da relação de emprego (contratação, remuneração, tempo de trabalho e saúde/segurança), com atenção especial, nos estudos aprofundados, às questões de saúde e segurança do trabalho, trabalho análogo ao escravo, gestão do tempo de trabalho e terceirização.
Este grupo de pesquisa é composto por servidores do Ministério do Trabalho, Ministério Público do Trabalho e Justiça do Trabalho.
A página possui alguns objetivos principais, quais sejam: divulgar os resultados da pesquisa por meio de textos e indicadores; servir como fonte de informações para pesquisadores, agentes e regulação e demais interessados; replicar notícias relevantes e pesquisa de outros autores sobre o mundo do trabalho; trocar informações sobre a pesquisa e temas relacionados.
visite também nossa página complementar em http://indicadoresderegulacaodoemprego.blogspot.com.br/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s